Cada um tem o que merece…

De facto é mesmo assim… Para o bem é para o mal 😁 mas muitas vezes as pessoas usam a frase para o mal e é o oposto, dá para os dois lados

A propósito, deixo um artigo, tagado, para quem o queira consultar e que explica TUDO… De facto, cada um tem o que merece e merece em grande parte o que constrói para a sua vida e para a dos seus 😁

Cada um tem o que merece?!

Não. Cada um não tem o que merece. Cada um tem aquilo que constrói e aquilo a que se agarra quando o resto resvala e falha. Não. Cada um não tem aquilo que merece. Cada um tem aquilo em que acredita e aquilo que lhe faz cantar o coração. Cada um tem o que rima com os seus sonhos mais bonitos e mais simples. Não temos o que merecemos porque a vida está muito bem feita. Se a vida quisesse andar a par com os nossos disparates e fosse proporcional aos nossos erros, talvez tivéssemos (apenas) o que merecemos. A verdade é que merecemos exatamente tudo aquilo que quisermos. Ainda assim, não é isso que, muitas vezes, a vida nos mostra. Às vezes somos esmagados pela sensação triste de merecermos pouco. A vida esgota-nos e não nos deixa parar. Abrevia-nos o tempo de ser felizes e de pensar no que nos aumenta. Assusta-nos e deixa-nos acreditar que estamos a ter o que merecemos. Que estamos a ter menos do que merecemos. Mas não. Cada um não tem o que merece. Não faria sentido. Se assim fosse, e se cada um tivesse direito ao que merece, todas as crianças merecem não ter fome nem sede. Merecem começar a vida pelo lado bom e não pelo avesso. Merecemos acreditar que o dia de amanhã será melhor. Para cada um. Merecemos acreditar que há lugar para a esperança e para as boas notícias, mesmo quando nos parece que estão em vias de extinção. Merecemos que a vida nos convença que não há apenas finais felizes. Há vidas felizes, inteiras e cheias do que o mundo tem de melhor. Merecemos acreditar que o sofrimento é compensado mais cedo ou mais tarde. Merecemos acreditar que merecemos mais e melhor, se soubermos fazer por isso. Merecemos compreender que ninguém pode alcançar ou ter aquilo que roubou ao seu irmão. Merecemos acreditar que a vida nos dará sempre muito. Mesmo quando acharmos que não merecemos absolutamente nada.

Não. Cada um não tem sempre o que merece. Umas vezes temos mais. Outras, menos. Merecemos acreditar que a vida nos dará na medida da sua generosidade e não da nossa.

by Marta Arrais

Excelente texto em http://www.imissio.net/v2/cronicas/cada-um-tem-o-que-merece:4555/

É de facto por ai…

screenshot_20190729_1132137070006144694448791.jpg

Ainda ontem, conversa de café, comparavam a minha reforma, que não é milionária, nem pouco mais ou menos, com outra reforma, também por invalidez, mas substancialmente mais baixa, ambas mais ou menos com o mesmo tempo de descontos… Deve-se ter em atenção que eu nunca disse quanto era a minha reforma mas assumi, quando me perguntaram, que não eram os 400 euros da outra pessoa, a tal que voltou ontem à carga… Tudo para se chegar à lógica conclusão que os meus descontos mensais eram obviamente muito maiores do que os dela, sempre com ordenado mínimo e sem grande consistência de trabalho para trabalho… Não esquecendo que também há isenções por exemplo de IRS que, ao contrário dela, eu não tinha, etc… Lógica simplista portanto mas quando é para receber já se compara o que não se compara quando é para pagar…

Há muita gente que faz tudo para não descontar, gente de todos os quadrantes que acha que o melhor é meter tudo ao bolso, trabalhar com o mínimo de descontos possível e se esquece do mais tarde e até do que a vida oferece de imprevisível para toda a gente porque, de uma maneira ou de outra, direta ou indiretamente, a vida acaba sempre por trazer imprevistos e se mal ou bem estivermos prevenidos, sempre é uma ajuda.

Claro que cada um tem os seus percursos de vida mas também as suas escolhas… Eu comecei “de roda” da informática por mim, por curiosidade, é certo que tinha um computador em casa ao contrário da maioria das pessoas naquela época mas também é verdade que estava, noite após noite, até depois das 3 da manhã a aprender comandos do DOS e a trabalhar com todos os programas que me vinham parar às mãos, em disquetes… Foi isso que me empurrou, mais tarde, para trabalhar na área e a, quando deixei de trabalhar, porque tenho uma doença, essa sim, da qual não tenho culpa nenhuma mas que encaro o melhor possível, a parar já quando fazia programação em Outsystems que, no meu caso até era pago abaixo da média se comparado com outros developers, mas também a não receber propriamente o ordenado mínimo… Mas lá está, lutei até ali como cada um luta ou não para chegar onde os seus objetivos o levam… Andar a cobiçar o percurso dos outros sem ter percorrido o caminho dos outros é que não está certo, é estar apenas a engolir frustrações e explica muito sobre as pessoas que o sentem.

Vamos a ver… O Cristiano Ronaldo não acordou um dia e disse, bem hoje vou ser o melhor do mundo… Trabalhou e trabalhou sempre para melhorar… Não começou a ganhar aquilo que ganha hoje, foram anos e anos de esforço e continua, ainda hoje, com a idade que tem, a esforçar-se para ser o melhor mas lá está, cada um tem aquilo que merece e aquilo que trabalha arduamente para ter, mas há sempre os que não se esforçam e ficam sentados a pensar que eles é que mereciam o ordenado do Ronaldo sem nunca se terem esforçado para chegar sequer às botas dele. Claro, no meio do trabalho árduo, teve a sorte de não lhe cair nenhum vaso em cima da cabeça que o inutilizou para a vida, mas isso teve ele e toda a gente que não levou com nenhum vaso, que são, felizmente a maioria das pessoas e mesmo, das que tem azar e levam com o vaso, há as que se ficam a lamentar e as que seguem com a vida em frente!

Fui buscar um caso extremo pela positiva, mas há muita gente que tenta comparar a sua realidade com realidades que não são comparáveis e não percebem que não passam da cepa torta precisamente por causa dessa atitude.

Outro exemplo, uma pessoa quer um carro sem ter grandes rendimentos ou hipóteses de por exemplo pedir um empréstimo para o obter… Geralmente já fez merda suficiente para ter o nome no Banco de Portugal e nada de financiamentos, a dada altura foi mais fácil não cumprir compromissos bancários assumidos e anos depois, essa deixa de ser uma hipótese… Mas mesmo assim, essa pessoa tem hipóteses… Pode sempre meter numa latinha 50€ por mês e em 10 meses tem na tal latinha os 500€ que necessita para o carro… Era o que uma pessoa lutadora faria para ter o desejado carro que acha que merece e com o decorrer dos meses em que a sua angústia se arrasta, já teria o carro… Isso seria uma forma digna e justa de luta… Mas não, opta-se antes por ficar a remoer sobre o que os outros têm ou deixam de ter, tenta-se esquemas destrutivos, doidos até e que não levam a lado nenhum, vai-se ficando nos caminhos da cepa torta e destruindo tudo à passagem mas, obviamente, não tendo progresso porque uma pessoa pode ir pelo caminho do bem, traçar objetivos e fazer tudo para os alcançar – a tal da latinha – ou optar por viver de esquemas que só servem para enterrar mais um pouco quem deles vive e no final não há resultados práticos e positivos nem um real sentimento de realização, é um caminho que só conduz à frustração pessoal

Eu sou e sempre fui pela latinha e não quero à minha volta as pessoas que vivem de esquemas 😁 dispenso mesmo …

Conclusão, há pessoas que não aprendem nem com os próprios erros e vivem a pensar que a vida é injusta sem optarem pela pro-actividade e lutarem para melhorar a sua vida e as restantes pessoas não lucram nada em ter tais pessoas por perto é gente que não interessa ter nas próprias vidas

O problema é que os sentimentos de inveja assim gerados tendem a propagar-se  aos visados que não tem culpa dessas merdas e é meio chato… mas nada que não se resolva acreditem 😀

Fiquem bem e evitem olhos gordos que se afastam facilmente com determinação e força de vontade…

Desculpem estar a falar por subentendidos mas às vezes tem de ser lol

Um excelente lema é o meu QUE TODO O BEM E MAL QUE ME DESEJAREM, REGRESSEM EM DOBRO … lema simpático certo? 

Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s