Projetos e tal…

Depois de um longoooo período cheio de todas as incertezas, atingi finalmente uma das minhas metas, a da estabilidade emocional e financeira que é essencial para qualquer pessoa 🙂 Quando falo em estabilidade, não é em riquezas, estou muito longe de ser rica e nem é essa a minha ambição, quero apenas viver com o necessário para a estabilidade, com conforto, sem viver na corda bamba… é assim que estou agora e sinceramente, sei que o mereço.

Foram uns quase 4 anos bem complicados, a suportar um peso que só eu sei, peso do qual não podia escapar… Mas, qual fluxograma, fui percorrendo todas as etapas, mais ou menos dolorosas, uma a uma e estou no ponto quase ZEN… agora só falta um passo que, pode correr bem ou mal, mas que não conta grande coisa no resultado final… um era bom SE… mas SE não for, não é 🙂 

I FEEL GOOD 🙂 

E estou prestes a dar mais um grande passo, ansiado há 9 anos, mas a seu tempo fala-se nisso 🙂 quem espera sempre alcança 😛 São sacrifícios que opto por fazer em prol de outros bens mas que, custe o que custar, opto por fazer e opto bem 🙂 Sim sim, mistérios que a seu tempo serão revelados 🙂

Relativamente à parte emocional, também estou numa, relativamente nova, estabilidade emocional e muito assumida, estou solteira, sozinha e é, nesse estado, que quero estar e a sentir-me assim muito bem. Esta nova Carla, entrou o ano de forma ligeiramente diferente, num processo que se vem desenvolvendo há muito tempo mas que está assumido. Sozinha e muito bem. Esta Carla sempre gostou da sua solidão ou seja, a apreciar a sua própria companhia, mas, neste momento, encara essa solidão de uma forma bem melhor, se antes a mesma não era um peso, agora é um prazer, deixando para trás todas as situações que são de alguma forma tóxicas. Esta Carla, a assumir algum dia um relacionamento, merece um homem de igual para igual, um que seja um pouco cavalheiro, que lhe abra a porta, que a deixe passar à frente nas portas, até que pague o jantar… que saiba escutar, manter uma conversa, com uma cultura que a acompanhe lado a lado, que a respeite inteiramente, que se preocupe… basicamente que valha a pena. Perder tempo com tudo o que saia desses pressupostos é apenas e só isso, uma perda de tempo e neste momento não tenho disposição para situações que não passam de meras perdas de tempo e gasto de energia. A minha energia está direccionada para coisas mais reais, dificilmente se deixa quebrar por meias medidas, sem procurar nada, tudo o que seja meias medidas é colocado de lado e mais nada, doa a quem doer porque não há contemplações nesse campo e nem pode haver, isto não é aliás a casa da mãe Joana que as pessoas podem usar quando lhes dá na gana e a seu bel-prazer, quando e onde querem… É quando e onde EU quero e NUNCA o oposto. Tenho vindo ,aliás, a correr com todas as situações o que se assemelhem ao que não é nos moldes descritos anteriormente.

Tipo caderno de requisitos eheheheh

Estou portanto muito longe, de sentir necessidade de relações afetivas, para além das de amizade que, sendo genuína, também envolve afetividade, enquanto legítimo sentimento.

Tenho amigos e amigas, que sim sim, como anotação, certas mentes quadradas, um tanto ou quanto mesquinhas, a alternar entre a ignorância e a falta de ter o que fazer, senão tentar viver vidas alheias, julgadoras dos outros pela sua deficiente bitola, atribuem-me relações amorosas, qui ça sexual, com as amigas, coisa que nos dá vontade de rir de tão ridícula, por forçar a obrigatoriedade de sexo numa simples relação de amizade…  Coisa que talvez desconhecem?? Tratam-se de pessoas tristes que não entendem o simples conceito de amizade, enquanto básico conceito. Talvez tentativas de desviar os seus podres, sei lá… Não é ilegal ter relações entre pessoas do mesmo sexo, mas amizade não implica forçosamente relações sexuais, pelo contrário, são coisas diferentes que algumas pessoas desconhecem. Com as amigas, fala-se imenso e sobre tudo, dá-se passeios, petiscos, vai-.se ao cinema, tudo o que permite bons momentos… Não sendo ilegal, não passa a ser obrigatório e eu prezo a amizade pelo simples conceito de amizade e tenho pena das pessoas que desconhecem e deturpam esse conceito. São elas que perdem mas isso também é azar das mesmas 🙂

Quanto a relações é uma porta fechada para mim, uma porta de que não sinto. neste momento, falta. 

Por ultimo, o filho está de volta a casa e tem corrido tudo bem. Aliás, desde que o ano começou que quase tudo corre bem e é isso que se pretende e é isso que não só eu mas também a minha família, animais e a minha casa merecemos. na minha cabeça acabaram-se as situações negativas! 

Enfim, termino o post com um pequeno set de fotos tiradas na noite da passagem de ano, que correu mesmo muito bem e estou esperançosa de que, será a correr muito bem que correrá o meu ano de 2019 🙂  Sei que o vai ser, mas, sem depender de ninguém emocionalmente. Para tudo na vida eu basto-me, o que vier a mais e que não seja tóxico, é bem vindo, mas num patamar de exigência elevado, sem que se ande à procura 🙂 

(o vestido é dos Porfírios, na Baixa e tem, aproximadamente, 30 anos, sempre na minha mão/ armário)


Agora vou ali viver 😉 

( ͡ʘ ͜ʖ ͡ʘ)
Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s