Lanzeira em dia meio sofrido :)

Hoje e aproveitando o facto da minha filha estar com o pai e eu estar absolutamente sozinha, permiti-me não me levantar às 7 e voltar a dormir depois do toque do despertador 🙂 Como um pequeno luxo que dei a mim mesma e que soube muito bem 🙂

Levantei-me tarde, tomei café ali na minha cozinha ao mesmo tempo que fazia na máquina do pão, programa 4 um dos meus bolos favoritos, o Bolo da Cuca, receita que já vem da minha avó materna de seu nome Romana, que o ouviu num programa de rádio e depois o passou à minha mãe que o passou às filhas e é simples:

Bolo da Cuca

  • 4 ovos 
  • 2 chávenas de açúcar 
  • Raspa de Limão (detalhe meu)
  • 2 chávenas de farinha para bolos
  • 1 chávena de chocolate em pó (gosto de usar Suchard Express)
  • 1 chávena (mal cheia) de óleo 
  • 1 chávena de água a ferver 

É só ir misturando os ingredientes pela ordem acima, os ovos vão inteiros e devem ir muito bem batidos antes de se acrescentar o açúcar.
Usando batedeira, após colocar o chocolate, a massa pode ficar muito consistente e dificil de bater portanto é apressar a colocação da água a ferver.
Depois de tudo misturado levar ao forno tendo o cuidado de não encher mais de meia forma porque o bolo cresce muito. Por essa razão costumo fazer só meia dose que, aqui em casa, dura pouco 🙂

Pode ser feito pelo método tradicional ou na máquina do pão ou até na Yammï ou outras máquinas 🙂

De seguida voltei a minha atenção para os meus gatos, o Cigano pede festas mas ainda é muito desconfiado e portanto acabou por cravar forte e feio uma unha no meu indicadoras esquerdo… Fucidine pela primeira vez no dia e se saia sangue…

Depois, ainda numa de lanzeira, acabei por adormecer, para acordar sobressaltada bem mais tarde com o meu Bóris a atacar um dos gatos bebés que ai andam, filhos da Douradinha… Levantei-me de um salto e consegui com um grito que o Bóris soltasse o bichinho… Mas nisto vem o Jerónimo e tenta também ir atrás o que chamou novamente a atenção do Bóris… No meio da confusão, deito a mão ao bichinho que, na ânsia de se defender, enterrou as garras no meu já maltratado dedo e mais uma vez Fucidine em ação… Mas que dói não há dúvida…

Ele não fez por mal e foi uma sorte não ter ficado ferido 🙂

E pronto hora de me ir deitar… Não esquecendo que ontem fui visitada por uma cobra de água que assustou a minha filha 🙂

Quanto a mim, divertida e nada assustada, afastei a gata que a tentava cheirar, coloquei-a numa pá e deitei-a para as ervas…  É sem dúvida caso para dizer que é bom morar no Campo 🙂

Hora de dormir 🙂

😘

Carla 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s