Mudança de ares 😎

Estava a precisar de arejar a cabeça e nem sei bem porquê 🙂
Ou se calhar sei mas não quero pensar nisso…
Primeiro tive vontade de ir apanhar uma dose de mimo em casa da minha irmã Cristina e, quem diz mimo diz simplesmente molhar os pés na água do mar, coisa que ainda não fiz uma única vez… Nem devo fazer ao calor, tretas da EM
A minha irmã pôs-me à vontade para ir, mas, para além deles estarem cheios de trabalho e sem tempo para respirar a própria Costa da Caparica está em clima de loucura…
Em conversa com o meu pai decidi que podia vir para casa dele que sempre me dava para uma mudança de ares e limpeza da cabeça e aqui estou na Cruz Quebrada, dar passeios no Estádio Nacional, tomar café com velhos conhecidos e quem sabe molhar os pés numa das praias da Linha, as praias da minha juventude 🙂
E pronto aqui estou eu…

image

Bem vistas as coisas, acho que fiquei um bocado a atrofiar com uma música que ando a ouvir em repeat – nem é o meu estilo musical de eleição – mas que espelha algumas atitudes que tenho desde que me separei em 2012 e que me levam ao instinto de criar uma carapaça de defesa à minha volta…
Por um lado, a carapaça é eficiente, não permite que me magoe, mas, por outro lado, não deixa ninguém, verdadeiramente, aproximar-se…
Aliás é um pouco como uma atitude de defesa que sempre adotei, só uma vez dei conscientemente o poder a alguém para me magoar e pasme-se, 14 anos depois magoou mesmo a sério levantando defesas contra tudo e todos… Fui parva mas também não teria vivido uma data de bons e maus momentos…

Gozem comigo à vontade mas é a letra Evidências que me faz pensar…


Quando eu digo que deixei de te amar
É porque eu te amo
Quando eu digo que não quero mais você
É porque eu te quero
Eu tenho medo de te dar meu coração
E confessar que eu estou em tuas mãos
Mas não posso imaginar
O que vai ser de mim
Se eu te perder um dia

Eu me afasto e me defendo de você
Mas depois me entrego
Faço tipo, falo coisas que eu não sou
Mas depois eu nego
Mas a verdade
É que eu sou louco por você
E tenho medo de pensar em te perder
Eu preciso aceitar que não dá mais
Pra separar as nossas vidas

E nessa loucura de dizer que não te quero
Vou negando as aparências
Disfarçando as evidências
Mas pra que viver fingindo
Se eu não posso enganar meu coração?
Eu sei que te amo!

Chega de mentiras
De negar o meu desejo
Eu te quero mais que tudo
Eu preciso do seu beijo
Eu entrego a minha vida
Pra você fazer o que quiser de mim
Só quero ouvir você dizer que sim!

Diz que é verdade, que tem saudade
Que ainda você pensa muito em mim
Diz que é verdade, que tem saudade
Que ainda você quer viver pra mim

Enfim, talvez precise de fazer ajustes na maneira de encarar a vida ou simplesmente aceitar que é mesmo assim…

E pronto até amanhã estou por aqui, depois logo vejo, na segunda-feira nova consulta e depois passo na Carregueira, faz-me bem distrair-me, longe do stress que pelos vistos estar em casa também me parece causar… A EM é mesmo assim, tanto se é preso por estar ativo como se é preso por ficar em casa a olhar para as paredes e pensar demais… Neste momento estou presa pelo calor… Resguardo-me do calor porque tenho mesmo de resguardar, tento fazer exercícios em casa e volta e meia até consigo ir com o cão grande a pé até ao café, depois fecho-me em casa até regressar a alguma atividade pelas 18:30 ou 19 horas quando a temperatura permite fazer as coisas que costumo fazer… Tenho ajuda para limpezas que mais me custam, tipo varrer que me dobram ao meio e o resto vou fazendo muito calmamente, por exemplo habituei-me a passar roupa no micro-ondas, técnica fácil, pesquisem na net e uma vez seco basta guardar bem dobrado na gaveta 🙂
E assim as coisas vão andando o melhor que posso e sei, nem me permito grandes stresses para ser sincera e acho que entre o Lyrica e o ADT não tenho muita disposição para stressar com seja o que for…
Entretanto pequenas inovações, tenho sempre portas e janelas abertas e obviamente montes de moscas… Decidi decretar guerra às mesmas, vou comprar pelo menos para a janela da sala e da cozinha armação de rede mosqueteira para poder arejar naturalmente, fitas para as portas e descobri o truque anti-moscas do café, uns borrifadores de perfume que se vendem a +/- 5€ no Intermarché (marca branca da Apta) e cuja lata de perfume se substitui por uma anti-moscas que se vende na loja Agrícola… É o que eu digo, aos poucos e devagarinho a coisa faz-se mas sempre sem stresses e repito, nem eu estou com disposição para stresses, os medicamentos não me tiram as dores por muito que os médicos digam que sim, mas a modos que estou bem mais calma… Nem sempre mas estou 🙂
Também decidi que na próxima semana vou ao cinema… Ando há montes de tempo com vontade de ir e vou mesmo… Vou com a Joana e com mais ninguém mas decidi que vou, é bom passar assim o tempo, manter a cabeça ocupada 🙂
Pronto, amanhã logo vejo o estado de espírito 🙂

😘
Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s