Vontade de escrever 📝

Lá estou eu, emocionada, a ver as imagens dos incêndios que grassam pelo país…
Há momentos, imagens de Viseu, madeireiros com máquinas a derrubar eucaliptos e a mandar água com um depósito, em veículos particulares, numa tentativa de abrir uma via corta-fogos para ali conter as chamas :/
Custa-me, especialmente, porque 50% das minhas origens, a minha linha paterna, são da zona considerada a mais florestada de Portugal, Mação e o meu avô paterno, Manel Jana, inculcou-me um amor por aquela terra, mesmo apesar de lá ir poucas vezes mas sinto uma angústia muito grande quando há fogos…
Em Mação reduziram muito os fogos  porque depois dos fogos de hectares de floresta em 1993 e 1994, fogos de 15 dias cada, a câmara, penso que em conjunto com uma universidade, fez estudos sérios para combater o problema e implementou um bom plano de combate e prevenção…
Antigamente a câmara pedia dinheiro a cada proprietário para abrir um corta-fogo, proprietários como o meu avô pagavam, 50 contos na altura mas, no terreno seguinte não pagavam e ficava um beco sem saída que não servia para o fim a que se destinava.
Agora não, a câmara determinou onde quer os corta-fogos e abriu quer os proprietários quisessem ou não… Tudo sinalizado, charcas para abastecer carros de bombeiros e heli-transportados e tem dado bom resultado 🙂
Mas fico emocionada 😥

image

Além disso estou verdadeiramente aflita com o calor, pés inchados, aquele inchaço que dói e água a escorrer pelo corpo … Já bati o meu recorde de beber água fria.
Ontem, já passava das 22 horas, sentei-me aqui no meu terraço de sombra com um café e um saco de pão. Abri a cancela e os patos, o galo mais novo e a porca Violetta vieram comer pão 🙂
Estava uma boa temperatura e estava ali a sentir-me bem e em paz 🙂

image

image

image

image

image

image

image

A fotografa na generalidade foi de facto a Joana 🙂
É uma porca engraçada, nome dado pela minha Joana, ao contrário da outra já dá pelo nome, quase vem comer à mão, adora tomar banho de mangueira e tarda nada comporta-se como um cão 🙂
É giro que o Jerónimo e as porcas convivem alegremente, cheiram-se nariz com nariz e tudo Ok 🙂
Quando atiro pão e o galo pequeno tenta agarrar o pato agarra o galo pelas penas… Tudo respeita os patos 🙂
Vou agora buscar o gato Taliban ao veterinário, vai ter alta hoje, teve sorte mas necessita de antibiótico durante algum tempo 🙂
Por aqui me fico, já é a 2α vez que escrevo este post, perdi metade da primeira parte e tive de escrever de novo.
De resto tudo bem… Estou a conseguir mais ou menos arrumar a minha prateleira emocional, processo lento mas vou lá… Cá ando sozinha no meio da minha própria companhia e é assim que tem de ser, deixei há muito de acreditar no “e viveram felizes para sempre”, sozinha e bem 🙂

(╯3╰)

Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s