imagem Mulher sem o desgraçado do portátil

image

Mulher sem computador – pelo menos uma nurd como eu – é uma grande merda… Ultimamente nem estou permanentemente agarrada ao computador como estava quando trabalhava mas, agora que pela segunda vez patinou, faz uma falta desgraçada e parece confirmar-se que é mesmo do hardware e não do software pelo que tendo garantia e seguro vai mesmo para a marca… Mas faz uma falta desgraçada…
Sorte que os telemóveis de hoje permitem muita coisa e é o que tenho usado, inclusivé neste momento 😒
Fora isso cá ando na minha vidinha… Os filhos estão em casa, não lhes posso dar grandes passeios, mas vamos estando todos…
Lembrei-me agora que posso assar umas belas bifanas e que podemos jantar ali fora na mesa junto à piscina para ser um descontraído jantar diferente 😉 vamos a ver até porque estou com uma afta enorme junto a um dos dentes molares que quase chega ao céu da boca e, não sendo uma dor grande, é um incómodo bem desgraçado 😥 Basicamente fico impaciente e é-me meio difícil comer.
Logo vejo, quem me conhece, sabe o quanto odeio ir ao dentista e a ir vai ser até à última.

image

Ontem, também ao acordar, comecei a pensar que em setembro o meu filho vai para longe tentar dar início à sua nova vida de adulto, algo normal na idade dele, mas não queria pensar no assunto, impaciente, lembrei-me do meu amigo N que, após o divórcio, quando stressava, ia correr para não pensar… Não sendo capaz de correr, sou capaz de andar, vesti as calças que usava na fisioterapia, calcei os ténis rosa e agarrando no meu velhote Bóris, fui a pé até ao café, estive lá um bom bocado na conversa e voltei para casa mais tarde… Realmente resulta, não se pensa em merdas…

Nota: ficou toda a gente a pensar que o meu carro estava avariado, mas foi mesmo os pensamentos com avaria 🙂

Claro que fico com as pernas lixadas mas faz bem à cabeça :mrgreen:
Entretanto vou visitar agora o meu gato Taliban ao veterinário onde fica até amanhã… Um gato preto mudou-se aqui para casa e tem sido uma desgraça, gatos feridos, fugidos… É normal acordar a meio da noite porque estão a lutar, uma treta, não tenho feitio para o correr à pedrada mas estou quase a agarrar no gato e mandar cortar-lhe as bolinhas a ver se acalma… No caso do Taliban ficou em risco de ter a pata cortada, não é mesmo normal 😦
O gato Chouriço também tem a pata magoada e o meu adorado Manel está ali ao fundo do terreno com medo de voltar a casa, isto enquanto o intruso se passeia por aqui impunemente 😦
Enfim vou então visita-lo, depois jantar com os putos e é por ai.
Quanto a mim, fora o dente, ando numa fase bem calminha … Solitária e a apreciar a minha solidão o que também é bom… Dou longos mergulhos na minha piscina, quase adormeço, estou mais moreninha e não tenho paciência para aturar homens, cada um com a sua panca… Sinto-me bem assim. Já fiz a escritura para o crédito deficiente que estipula que devo viver aqui por 5 anos e comecei a gostar mais da casa o que é um bom sinal… A escritura era o meu ponto de viragem e estou a ficar bem mais calma, as coisas começam a correr bem o que é bom
Beijo
Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s