🐕 Corridinhas que saem caras ðŸƒ

Às vezes fico naquela de que até estou melhor e sim, estou melhor do que quando estava internada, não há duvidas quanto a isso, mas depois, a super-mulher, vem facilmente abaixo com qualquer coisinha, como hoje…

Fui levantar dinheiro à caixa MB do Intermarché, levei comigo o cão Jerónimo já que depois ia ao café onde o levo sempre, geralmente até para ele brincar com a mãe que costuma estar lá a essa hora e são sempre momentos deliciosos ver os dois a brincar numa de toca e foge…

WIN_20160331_11_04_45_Pro

Mas, quando estava a sair do carro, ele ouviu uns latidos de um cãozito que estava num carro em frente e antes que conseguisse fechar, ele saltou pela minha porta, atrás de mim, ziguezagueando à procura do outro… eu chamava mas ele continuava a andar pelo parque de estacionamento e, para o apanhar, foi necessário dar várias corridinhas para a frente e para trás… não seria de facto nada de especial, nem foi grande corrida mas foi o bastante para ficar com as pernas rebentadas e, tive noção que ia pagar caro as tais corridinhas para deitar mão à trela que estava colocada e a arrastar pelo chão, mas tinha mesmo de ser pois, num parque de estacionamento, há sempre o risco de ser atropelado 😭

Enfim, isto das pernas lixadas, acaba por passar com muito repouso, mas que é lixado, de facto, é! Uma pessoa quer, quase à força, esquecer-se das limitações da Esclerose Múltipla mas depois, com uma coisa tão simples com uma relativamente curta corridinha, volta a lembrar-se que a amiga para a vida EM está de facto cá!

Pensando bem talvez nem tenha sido só a corridinha, talvez o stress que causou a possibilidade de ele ser atropelado tenha contribuído para as pernas ficarem fracas e com dormências… A EM é realmente uma doença absolutamente parva!

De resto continuo sozinha e bem!

Os assuntos pendentes na minha vida começam finalmente a resolver-se, às vezes os tempos de espera custam a suportar mas, no final, sabe mesmo bem e vai saber ainda melhor quando estiverem resolvidos 🙂

Os meus pintos🐥, criados aqui em casa, dos quais o Mira a quem salvei a vida nos dias 23 e 24 de dezembro aproveita todas as oportunidades para vir para o meu colo e a quem me afeiçoei, ganharam uma casa nova à volta do Limoeiro 🙂

Não está perfeita mas teve de ser… na parte da frente onde tenho as restantes galinhas não podiam estar, não só são 2 machos e o galo aqui da frente corre com eles, como passam facilmente pela rede e, o problema, é que descobriram os morangueiros do meu vizinho e fizeram uma autentica razia nos morangos, o que não pode ser 🙂

Assim, Domingo de Páscoa eu, o meu filho, o meu pai e mesmo o meu vizinho, lá fizemos a vedação, com abrigo, para eles estarem confortáveis e sem problemas… mesmo assim, o Mira já saltou a rede e veio aqui para a porta de casa, para o mimo claro…

Morangos salvos portanto 🙂

Como são 2 machos e uma fêmea, ainda novinhos, não garanto que não andem à bulha, mas há tempo e logo decido, se se derem bem fica assim, senão lá terei de fazer outro galinheiro, como se sabe, não os mato )
( ͡ʘ ͜ʖ ͡ʘ)

Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s