🎄 Um pequeno milagre de Natal ðŸŽ

pinto
Já aquecido e a comer da minha mão

Ontem um dos 3 pintos nascidos este natal e que estão, para proteção, com a mãe numa gaiola aqui no corredor, apareceu como que doente, caído com as patas para trás… Pensou-se que poderiam ter sido os gatos e que ia morrer.

Sentei-me ao computador a pesquisar sobre pintos com falta de força nas pernas, apontava para doenças, mortes entre o 3º e 7º dia de vida, também achei que ia morrer…

Dei, depois das minhas pesquisas, com o pinto caído no chão da gaiola a uns 10 cm da mãe, gelado, todo esticado e achei mesmo que estava morto… peguei nele e fui sentar-me em frente à lareira a ver se tinha eventuais feridas que pudessem ter sido causadas por um gato, levantei as pequenas asas, dobrei as pernas e passei o dedo pelo papo, que massajei, mais como uma carícia porque me parecia morto, mas, para meu espanto, mexeu timidamente o bico, primeiro achei que era reflexo do meu dedo no papo mas não era imaginação, um tremer de asas ligeiro, ups estava vivo, achava que ia morrer mas morria nas minhas mãos no meu calor e não no chão, num caixote do lixo, morria com algum conforto… como estava gelado embrulhei-o como se fosse um bebé na minha camisola, corri a ligar a botija de água quente do quarto da Joana e, enquanto não aquecia corri para o meu quarto e sentei-me com ele na minha camisola, frente ao aquecedor… parecia estar a dormir, cansado, olhos fechados, mas já nitidamente vivo.

Alguém achou que eu estava a perder tempo com um pinto morto mas eu sou mesmo assim e o desgraçado do pinto ia morrer com o conforto que eu lhe pudesse dar, seja uma pessoa, seja um animal, é assim que penso e sim, claro que sofro com estas coisas mas posso suportar esse sofrimento se puder dar esse conforto. Simples.

Para terminar a história, dei um grito ao Pedro para ver se a botija de água estava já quente, que sim e fui sentar-me então, frente à lareira, com a botija no colo e ele deitado, embrulhado na minha camisola e em cima da botija… Parecia realmente extenuado e eu só pensava que ele ia morrer e que tinha de estar preparada para isso mas ao mesmo tempo rezava para que vivesse, pensava que se vivesse seria sempre o meu pinto especial, mas morria achava que morria e preparava-me para o pior.

Pedi ao Pedro para me dar uma pequena seringa cheia de água, comecei a encosta-la ao bico e ele finalmente abriu os olhos e começo a beber mais e mais, estava absolutamente cheio de sede. Tentei que comesse mas não estava a ter bons resultados e achei que a mãe saberia explicar-lhe melhor o que era para comer pois não é fácil abrir o bico a um pinto… como ele estava acordado e a aguentar-se melhor nas pernas, que não estavam partidas, só fracas, coloquei-o ao pé da mãe um pouco… entretanto esmaguei farinha para pintos na água e estive a encheu a seringa com água encharcada em farinha… Voltei a tira-lo debaixo da mãe onde estava ainda quente mas com as patas caídas e sentei-me na mesa da cozinha, tinha o prato ao colo com a farinha mas ele comeu melhor da minha mão onde ia deitando água em cima da farinha moída que ele debicava… quando comeu o equivalente a um pires cheio ficamos com medo que tivesse uma indigestão e como estava já aos saltos voltamos a coloca-lo na gaiola com a mãe e irmãos.

Estávamos com medo de que não estivesse vivo mas estava vivo e saltitante, ao menos essa boa novidade e uma excelente prenda 🙂

Este pinto é de facto diferente dos irmãos… Não só foi o último a nascer e portanto é mais pequeno, como tem penas diferentes, poucas na cabeça, partes do corpo sem penugem, asas diferentes com penas pretas… Os irmãos são bolinhas de penugem e aquele é o oposto e claramente em desvantagem em relação ao frio… Não admira que tenha sido com ele o protagonista deste episódio em que praticamente morreu mas pronto, contínuo a meter botija de água quente e estou vigilante 🙂 Mas vai ser um bicho curioso, não tem penas nas pernas ou cabeça enfim um pinto alternativo 🐥🐥🐥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s